quinta-feira, 13 de julho de 2017

BANDO QUE TROCOU TIROS COM A POLÍCIA EM ATAQUE A CARRO-FORTE ERA INVESTIGADO POR MORTE E ASSALTO A LOTÉRICA NO CEARÁ

Bando é envolvido no latrocínio de um segurança e no roubo a uma agência bancária. Durante tiroteio, quatro pessoas morreram em Fortaleza.


video

A polícia identificou o bando que tentou assaltar um carro-forte na noite de terça-feira (11) quando houve um tiroteio que deixou quatro pessoas mortas no Bairro Parque São José, em Fortaleza. Conforme investigações da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o grupo participou do latrocínio de um segurança de uma empresa de valores e do roubo a uma lotérica dentro de um supermercado no município de Maranguape, em abril deste ano.


Na noite desta terça, a quadrilha atacou os seguranças de uma empresa de valores que saíam com malotes de dentro de uma casa lotérica, que funciona no estacionamento de um supermercado na Avenida Cônego de Castro. No tiroteio, um senhor de 65 anos cliente da lotérica morreu. Três bandidos também morreram. O delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Villarinho, e dois vigilantes foram baleados.


A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que os criminosos utilizaram dois carros como apoio. Um dos veículos, um Corolla de cor preta e com registro de roubo, foi apreendido pela polícia. Antes da ação, três suspeitos aguardavam na fila, como se fossem clientes, dois estavam fora do supermercado e outros permaneceram dentro do Corolla, inclusive atirando com um fuzil contra o carro-forte.


De acordo com a DRF, o grupo é envolvido no latrocínio do vigilante Antônio Luis Alexandre de Sousa, 24, morto a tiros durante assalto contra um carro-forte. O caso ocorreu no dia 11 de abril deste ano, no bairro Granja Portugal, em Fortaleza.


A vítima e outros vigilantes faziam a guarda do veículo blindado quando foram surpreendidos por aproximadamente sete suspeitos armados com dois revólveres e uma pistola. A SSPDS disse que um dos mortos na ocorrência de ontem possuía mandado de prisão em aberto por este crime.


Além disso, o bando é suspeito de agir no roubo cometido dentro de uma lotérica, no dia 30 de junho, no município de Maranguape. O estabelecimento, que fica dentro de um supermercado, foi invadido por cerca de cinco suspeitos, todos armados.



Delegado e segurança baleados

O confronto desta terça-feira começou por volta das 18h40, quando a quadrilha tentou assaltar o carro-forte. Cinco pessoas foram baleadas, entre elas, três suspeitos do assalto e um cliente do estabelecimento que foi atingido por uma bala perdida. Testemunhas relataram momentos de medo durante a troca de tiros.


Carro atingido em tiroteiro (Foto: Reprodução TVM)
O titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Villarinho, foi atingido na perna e precisou ser socorrido ao Instituto Dr. José Frota. Ele recebeu atendimento médico e foi liberado. Os seguranças da empresa de valores também passam bem.

Conforme o tenente Mardônio Aguiar, da Polícia Militar, cerca de 10 homens participaram da tentativa de assalto. Além dos três suspeitos mortos, um foi preso e o restante conseguiu escapar. A polícia informou que o dinheiro não foi levado e que as investigações continuam para tentar prender os outros envolvidos.

BLOG SINHÁ SABOIA/ FONTE: G1 CEARÁ

0 comentários:

Postar um comentário