sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

SOBRAL-CE/ BLOG SINHA SABÓIA VISITOU A EMPRESA GRENDENE NESTA QUINTA FEIRA.

A equipe do Blog Sinhá Sabóia recebeu um convite da empresa Grendene nesta semana, fomos até a empresa e tivemos a oportunidade de conhecer a maior exportadora de calçados do Brasil.

O gerente Ademar, junto com o gerente de  relações públicas Hebert Rocha, nos recebeu e apresentou toda a empresa e vários equipamentos de alta tecnologia que a fábrica possui.

Vale ressaltar que a empresa está construindo mais uma fábrica em suas instalações, com essa será a 8ª fábrica na cidade de Sobral.

A Grendene exporta seus calçados para 150 países, e vende  uma média de quase 30 milhões de pares de calçados por mês.

A empresa hoje conta com um quadro de 21 mil funcionários, a equipe do Blog agradece e parabeniza pela estrutura da fábrica e por ser a maior fonte de renda para a cidade de Sobral.

A equipe agradece pela atenção e receptividade que tivemos por parte de seus profissionais.




3 comentários:

  1. Legal empresa milionária...
    E o "COLABORADOR", que ganha 1 salário mínimo, é isso mesmo o mínimo.
    É uma pena ver que a maioria desses " colaboradores" vivem de aluguel, além disso muitos reclamam por receberem um salário miserável em relação a jornada de trabalho e intensidade como é realizado..
    Caros leitores vou dar como exemplo o 3º turno da grendene o qual começa às 23 e meia e termina às 6 da manhã isso de domingo à segunda tendo apenas uma folga no sábado, enfim.. Estes colaboradores durante esta jornada de trabalho de 6 horas e meia diárias só tem 5 minutos para beber água, fazer um lanche, descansar, e ir ao banheiro, além de que grande maioria destes "colaboradores" passam toda essa jornada em pé e fazendo movimentos repetitivos que em muitos dos casos geram lesões que perduram por toda à vida.. Infelizmente não é mostrado esse lado da grendene, só mostram e divulgam o lado que é de geração de empregos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não trabalho lá.
      Apenas estou divulgando relatos dos "COLABORADORES".

      Excluir